• Edward Modrake
    http://imgur.com/oR8qssi.jpg
    O Príncipe Duas Faces
    Edward Mordrake é um caso raro da medicina. Aristocrata do século XIX, nasceu com uma face atrás da cabeça. Dizia que ela lhe sussurrava coisas que só podiam vir do inferno... Leia Mais...
  • Pacto de Ódio
    http://2.bp.blogspot.com/-4a1dSTDd-iM/UWnA9-WDceI/AAAAAAAAAjg/S9UYj_XXQuA/s400/O+Anjo+Vampiro.jpg
    Anjos e Vampiros
    Anjos e vampiros não podem se amar. Mestiços não podem existir. Leia Mais...
  • Creepypasta
    http://1.bp.blogspot.com/-iLa9GOrmZxI/VJd0YgOy7yI/AAAAAAAAAwk/KdUCCB1VuO0/s1600/250.jpg
    Portal da Mente
    Um grupo de cientistas se reúne para fazer o inimaginável: estabelecer contato direto com Deus. Entretanto, de uma maneira pouco ortodoxa. Leia Mais...
  • O Sanatório
    http://imgur.com/gqR6BQZ.jpg
    O Sanatório de Waverly Hills
    Um grupo de estudantes de paranormalidade resolve explorar o sanatório mais assombrado do mundo. Você tem coragem para ver o que aconteceu a eles? Leia Mais...
  • Stop Motion
    http://imgur.com/SHmWPgz.jpg
    Apenas um desenho...
    Até que ponto um simples desenho é inocente? Existem coisas macabras no mundo, e este vídeo certamente é uma dessas coisas. Confira! Leia Mais...

Como tudo deve ser - Parte 1



Aquele dia em Hogwarts estava sendo muito diferente. Os fantasmas estavam todos muitos parados, parecendo mortos, os alunos cochichavam pelos cantos sobre um assunto no qual interessava a todos, os professores estavam também muito eufóricos, todos muito agitados e ansiosos. O salão principal estava todo arrumado, todo decorado. Tudo isso por causa de uma garota, Arabella Black.


Arabella Black era a única filha de Sirius Black e Liliam Evans que foi concebida dois anos antes de Liliam se casar com James Potter, mas por causa desse casamento relâmpago, a pequena acabou indo para França e sendo cuidada pelos Delacour. Arabella sempre teve muito contato com Sirius, seu pai, mas não com Liliam, que morreu três anos após seu nascimento, mas ela não teve contato algum com seu irmão mais novo, Harry Potter, cujo qual ela adoraria conhecer.
Ela como foi criada como filha dos Delacour, foi para Academia de Magia de Beauxbatons, na França mesmo, onde estudou durante cinco anos, foi quando decidiu ir para seu lugar de dever, assim aceitando o convite de Dumbledor e indo estudar em Hogwarts, no Reino Unido.
Arabella se parecia muito com sua mãe. Tinha cabelos até as costas, um pouco arruivados, olhos azuis e lábios rosados, de seu pai ela só tinha o nariz e o formato dos cabelos ondulados que viviam sempre lisos por um encantamento que aprendera no primeiro ano em Beauxbatons. Todos que a viam, na hora se lembravam de Liliam. Arabella também era um tanto clássica. Assim que sua mãe morreu, as roupas dela foram tudo para a França, onde Arabella anos depois começou a usá-las, assim se tornando ela tecnicamente. Ela achava incrível sua mãe, mesmo sem tê-la conhecido, ter dado a vida para salvar Harry,achava isso digno.
Mas não era só Arabella que estava ansiosa para conhecer Harry. Ele também estava muito. Havia escutado falado sobre ela, conhecido mais dela a semana toda, fazendo o possível para conhecê-la ao máximo e já adorava ela, mesmo sem a conhecer e mesmo sabendo que ela era apenas um caso de sua mãe com Sirius Black, seu padrinho. Ele já estava enchendo as paciências de Rony e Hermione de tanto falar na irmã, a elogiava até a morte e a defendia com unhas e dentes, ele não sabia o que esperar dela, mas esperava o melhor. Ela era a única família dele naquele momento. Naquele momento, até George Weasley já começava a se interessar por ela.
A garota chegou com uma carruagem de Beauxbatons por volta das 11hs da manhã, perto do almoço. Com toda classe e beleza da França, a garota desceu trajando um jeans surrado e uma blusa simples, que era de sua mãe e nos pés usava salto alto. Usava uma maquiagem fraca, o que lembrava muito Liliam. Ela tinha uma foto da mãe na mochila.
Todos estavam no salão principal a espera dela, todos muito ansiosos e entusiasmados, ao mesmo tempo que parecia Liliam, era muito bela, uma nova versão dela. Assim que ela adentrou o salão principal com Dumbledor, Harry se espantou ao ver a aparência dela, achava que estava vendo sua mãe ali, em carne e osso, mas na verdade, era sua irmã. George que ficou a semana toda ouvindo Harry falar dela, ficou encantado com a garota, se apaixonou por ela assim no primeiro olhar.
Arabella estava ao lado de Dumbledor, que segurava o chapéu seletor, como todos os alunos ali, ela tinha que passar por aquele teste, então ela se sentou em um banco posto ali e assim foi colocado o chapéu em sua cabeça, que no mesmo instante deu um grito e assustou a todos, menos a Arabella.
Chapéu Seletor: Hmm, não há mais nada que ela precise aprender, um coração muito bom, cheio de amor e um grande sonho por baixo de muitas tristezas, como seu pai e sua mãe, grifinória!
Todos da grifinória começaram a comemorar e pular igual loucos, principalmente Harry que estava muito animado. Naquele almoço ela acabou se sentando com alguns calouros, assim os conhecendo um pouco e conhecendo o castelo pelo que eles falavam, pois não havia mais lugares para sentar. Após o almoço, foi guiada pelo próprio Dumbledor até a comunal da grifinória, onde vestiu o uniforme da mesma e com encantamentos pintou as unhas de preto, pegando sua mochila e guardando alguns livros e a foto de sua mãe que sempre carregava. Partiu rapidamente para sua primeira aula.
Naquela tarde ela teria apenas algumas horas de poções, sua especialidade. Teve que correr um pouco pelos corredores para não se atrasar, assim que adentrou a sala, notou que todos olhavam para ela, mas principalmente Snape que olhava com espanto. Ela sentou-se ao lado de dois garotos gêmeos, ruivos e muito engraçados. Era o único lugar que ali tinha.
No final da aula, Snape disse que precisava conversar com ela a respeito da aula, pois ela sabia mais que muitos alunos que ali estavam estudando, claro, o ensino de Beauxbatons era mais avançado que o de Hogwarts, mas o de Hogwarts preparava mais o aluno para a vida mundo a fora. Bom, nessa conversa ele demorou horas, sendo que ela só adentrou o salão comunal por volta das 20hs da noite, já cansada e faminta, pois havia perdido o jantar ás 19hs.
Assim que ela adentrou o mesmo, com uma cara de cansada, viu Harry conversando com Hermione e Rony, que se levantou ao ver a mesma, assim sorrindo. Harry podia ser dois anos mais novo que ela, mas era um pouco mais alto que a mesma, sim, ela era baixinha. Assim olhando ternamente para ela, que também ficou parada esperando uma ação dele, e ele dela, ambos queriam muito se conhecer, mas no caso ficaram tímidos. Foi quando a sala foi invadida pelos gêmeos de mais cedo da aula gritando, pulando, se animando e vendo a cena tensa, assim puxando Arabella para perto de Harry, Rony e Hermione, que se sentaram com ela no meio da sala.
Hermione: Ele ficou a semana toda falando de você, Arabella.
Rony: Queria muito conhecê-la, estava ansioso.
Arabella estava um tanto tímida, igualmente a Harry, que não parava de olhar para ela, imaginando sua mãe nela.
Harry: Você é parecida com a ... com a ...
Ele não estava conseguindo falar mais, ela então olhou para ele e sorrio, lhe transmitindo confiança.
Arabella: Mamãe.
Foi quando então ela tirou da mochila a foto que sempre levava com ela e um colar, estava disposta dar aquele colar que tanto amava e que era de sua mãe para ele, que não tinha nada dela, nem uma lembrança feliz, assim entregando para ele o colar e a foto.
Arabella: Era dela, fique com você.
Ele rapidamente pegou o presente da mão dela e abriu o coração de ouro, assim vendo uma foto dela com James, seu pai, não conseguiu conter as lágrimas, que caíram aos poucos, mas lentamente. Arabella vendo aquilo, abaixou a cabeça, com menção de chorar também, mas foi surpreendida pelo abraço de Harry por sua cintura.
Harry: É muito bom lhe conhecer.
Ele levantou a cabeça dela e beijou-lhe a bochecha, por mais que não a conhecesse muito, já lhe amava e muito, agora ele tinha uma família. Até os gêmeos que ali estavam que levam tudo na brincadeira estava emocionados com a cena.
Arabella: Não me faça chorar, Potter.
Ele apenas riu um pouco e soltou ela, assim lhe devolvendo a foto e o colar, que não queria aceitar, queria que ele ficasse com aquilo, era uma lembrança para ele.
Arabella: Não quero, isso pertence a você, tem seu pai e a mamãe.
Harry: Mas assim você fica sem ela.
Arabella: Não preciso disso, todos os dias que me olhar no espelho irei lembrar dela.
Harry então colocou o colar no pescoço e escondeu por baixo da roupa. Naquela noite ficaram todos ali reunidos escutando as histórias de Arabella, de sua moradia na França e tudo mais. Conheceu mais os alunos que ali estavam e fez amizade com os gêmeos, Hermione, Rony, Neville, Gina e mais alguns, fazendo George Weasley se interessar mais por ela.